SINJUR - Sindicato dos Trabalhadores no Poder Judicíario do Estado de Rondônia

Memória Sindical

NOSSA HISTÓRIA
Há 30 anos lutando por você!
Em 22 de dezembro de 1981, com a promulgação da Lei de nº 41, foi criado o Estado de Rondônia e, também, o Poder Judiciário de Rondônia, instalado em 4 de janeiro do ano seguinte.

União para os primeiros passos

Em 1985, um grupo de servidores se uniu para fundar a Associação dos Servidores do Poder Judiciário do Estado de Rondônia – ASPJER, entidade que tinha a finalidade de trabalhar pelos direitos dos servidores, contudo, sem ainda a representatividade Com a CF/88, nasce o Sinjur.

Poucos meses após a entrada em vigor da Carta Magna, a Constituição Federal de 1988, nasce o Sindicato dos Trabalhadores no Poder Judiciário no Estado de Rondônia. A Constituição cidadão outorgou diversos direitos aos trabalhadores, entre os quais, o de organizar sindicatos para enfrentamento de lutas por melhores condições de trabalho.

Eram 13 dias do mês de maio de 1989. Em Porto Velho, dezenas de trabalhadores participaram da Assembleia Geral de fundação do SINJUR.

Primeiras gestões

Na mesma data da fundação, foi eleito o primeiro presidente do Sindicato, o Sr. Carlos Cézar Ribeiro de Araújo, para biênio 1989-1991, sendo reeleito para os dois anos seguintes (1992-1993).
Além da busca de estruturação da entidade recém criada, foram diversas as lutas encampadas pelo SINJUR, com realização de manifestações, paralisações, principalmente em busca de reivindicações remuneratórias. Foi nesse período, que o presidente e o tesoureiro do Sindicato, Sr. João Bernardino fizeram greve de fome.

No ano seguinte foi eleita chapa presidida por Anísio Grécia, para biênio 1994-1995. Nesse período foram o I e II Congresso do Sindicato, o CONSINJUR, assim como eventos para integração dos sindicalizados, como o Arraial do Judiciário e a Festa do Servidor.

Em 1996, Carlos Cézar Ribeiro de Araújo volta à direção do Sindicato, sendo eleito para o terceiro mandato como presidente do SINJUR. Foi um biênio de bastante luta e determinação, com a busca de alternativas e benefícios.

Em 1998 são realizadas novas eleições e, desta vez, é eleito, para o biênio 1999-2000, a Diretoria liderada pelo Sr. Antoninho Santana de Lima. Com forte atuação social, a gestão conquistou o respaldo da categoria para mais dois anos à frente da entidade sindical. A gestão sindical foi marcada pela inovação, eventos, conquistas e lutas pelo fortalecimento da entidade.

Anos de lutas e conquistas

O Sr. Mauro Roberto da Silva assume a gestão para o período 2003-2005, como presidente. Dinamismo e coragem marcam a passagem de Mauro pela Sindicato, período em que começam grande reformulações, com intensa movimentação na luta por direitos e estruturação para o fortalecimento da entidade.

Pouco mais de um ano após a assunção ao cargo de presidente, Mauro é aprovado no concurso público para auditor fiscal e deixa a Diretoria e o Poder Judiciário do Estado de Rondônia. O vice-presidente, Israel Borges assume a direção da entidade e dá continuidade ao trabalho iniciado.

O resultado é a eleição do Sr. Israel Borges para o mandato de presidente do Sindicato dos Trabalhadores, de 2006 a 2008, período em que houve grande salto na organização e na luta sindical. Com várias conquistas para os trabalhadores e o início de épicas batalhas pelos direitos dos trabalhadores, como a revisão do PCCS e a Transposição para o Quadro Federal. Mais uma vez a categoria reconheceu o trabalho de Israel e lhe conferiu a reeleição ao cargo de presidente.

No novo mandado novos desafios e a solidificação da luta dos trabalhadores, com reconhecimento regional e nacional da liderança e do protagonismo dos trabalhadores do Judiciário. Israel Borges concluiu esse mandato em 2011.

Novos direitos e novas lutas

O Sr. Francisco de Assis Roque é eleito presidente e assume a direção sindical em 2012, com mandato até 2014. Nessa primeira gestão, a atenção à categoria e a inarredável disposição em lutar pelos direitos levou a diversas conquistas para os trabalhadores.

Como não houve respeito aos direitos dos servidores e servidoras, a gestão comandou em 2013 um movimento grevista que denunciou à sociedade a maneira desigual com quer os trabalhadores da Justiça eram tratados. O processo da Horas Extras tem trânsito em julgado.

Voltado para as questões humanas e com estímulo às ações culturais e esportivas, o grupo de Roque consegue a reeleição e tem amplo respaldo da categoria para dar continuidade ao trabalho. Além de reformas, aquisições e tantas outras conquistas e realizações, destaque para a inauguração da sede de Ji-Paraná, com hotel e auditório, assim como o existente na capital. O mandato de Roque finda em 2017, com a eleição de Gislaine Magalhães Caldeira, para a gestão sindical de 2018 até 2020.

Participe do projeto Memória Sindical. Se você já fez parte da Diretoria do Sinjur, foi representante ou delegado sindical ou mesmo participou de momentos importantes como filiado e trabalhador da Justiça, a exemplos de greves, movimentos por mais direitos, assembleias, congressos, etc, mande sua contribuição para o projeto com um depoimento escrito ou em vídeo; fotos ou qualquer material que você queira doar para o acervo do Sinjur.

Mande um e-mail para memoria@sinjur.org.br

  • Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário no Estado de Rondônia

    ÁREA RESTRITA
    ACESSE O E-MAIL

  • SEDE E HOTEL DE TRÂNSITO PORTO VELHO

    Rua Venezuela, 1082 – Nova, Porto Velho – CEP: 76820-100 – Porto Velho – Rondônia
    Reservas: rsinjur@gmail.com – Fone: 3217-9254
    Plantão:  69 9 9209-0218 | 69 9 9202-9502
    Setor Administrativo – 69 3217-9252
    WhatsApp: 69 9 9247-4603

  • SEDE E HOTEL DE TRÂNSITO JI-PARANÁ

    Rua Julio Guerra, 1025 – Centro – Ji-Paraná – RO Reservas: reservasjipa@sinjur.org.br
    Fone: 69 9 9984-1300 – Plantão: 69 9 98479-7834