Viajar de bike é um sonho

0

Viajar de bike é um sonho que vem tomando forma há alguns meses para Eudézio Cardoso, servidor da Comarca de Presidente Médici.

 

A partir de outubro de 2014, ele pretende percorrer de bike, mais de 2.500 km pelo Estado de Rondônia, numa viagem solo que será feita em períodos alternados (férias, recessos, folgas…), em razão da indisponibilidade de tempo, saindo de Presidente Médici/RO, passando por todas as cidades do estado de Rondônia e consequentemente sem uma data prevista para conclusão, vez que fará em etapas.

 

Tive a primeira experiência em uma cicloviagem quando fiz o Caminho da Fé e parte da Estrada Real, saindo de Tambaú/SP indo até Paraty/RJ, percurso de 640Km. Após realizar esta trip e ao decidir tirar férias e viajar pelo estado de Rondônia a pesquisa tem sido intensa, tentando planejar ao máximo, dentro do possível para uma viagem longa, diz Eudézio.

 

É claro que não dá pra ter na ponta do lápis todo o caminho que será feito, ele está mais que sujeito a mudanças no andamento da viagem, nem todos os gastos, muito menos os dias que estará em cada lugar.

 

E se no meio do caminho aparecer um lugar incrível que valha a pena desviar alguns quilômetros do roteiro inicial? E se uma cidade for incrível que mereça mais que uma passagem rápida por ela? E se no meio do nada uma casinha escondida chamar a atenção? Ou surgir aquele morador local, com um monte de histórias interessantes?

 

Esse é o espírito da viagem, estar de olhos abertos para o que aparecer, e não apenas sair em busca de algo específico. O mais importante é o que vai ser encontrado pelo caminho, longe de uma meta ou um local, mas aquilo que fugiu do roteiro. E parafraseando o cicloviajante Guilherme Cavallari, a ideia é não transformar destinos em objetivos, para não sentir que distâncias percorridas são sinônimos de missão cumprida. Os objetivos com essa viagem não devem se resumir a quilômetros, dias ou pontos no mapa. Quanto mais impalpáveis as metas, mais surpreendentes serão os resultados, finaliza Eudézio Cardoso.

 

Hoje existem muitos servidores e juízes no TJRO que praticam o ciclismo, na modalidade mtb, em diversas comarcas do estado, sendo este um esporte em franca ascensão.

 

Eudézio Cardoso Monteiro (foto arquivo pessoal)