Veículo batido com perda total, prédios sem alvará e contas de telefone atrasadas

0

Os primeiros dias de 2018 foram de muito de trabalho para a nova Diretoria, em virtude de diversas questões administrativas que demandavam atenção e urgência.

Em 11 de dezembro de 2017 houve um acidente de transito que ocasionou perda total do veículo Doblò (NDF- 3194) que atendia a sede de Porto Velho.

Não havia um controle de entrada, saída e trajeto dos veículos. Por isso foi criada uma planilha competente.

Tivemos que trabalhar para sanar a falta de documentos dos prédios com alvarás de funcionamento vencidos e contas de telefone em atraso.

A respeito de telefones, a situação também era grave. Havia 13 linhas de telefone celular da operadora Claro em uso, totalizando uma despesa mensal de 1.956,03. Destas 7 foram cortadas.

Além de outras 14 linhas telefônicas fixas, com gastos de mais de 2 mil reais apenas com telefones fixos, na era da internet!

A Diretoria, ante a patente desnecessidade dessa quantidade absurda de linhas, informa que apenas o corte de metade dessas linhas gerará uma economia de mais de 20 mil reais por ano aos cofres do Sinjur.

Ainda entra nessa lista a necessidade de reforma de parede externa do prédio de Ji-Paraná, cuja falta de manutenção ocasionou a passagem de umidade para os quartos.

Todas as medidas necessárias ao saneamento dessas questões urgentes estão sendo tomadas.