Transposição: Amir Lando apoia enquadramento dos servidores dos poderes em suas especificidades

0

Líderes sindicais que representam os servidores do Tribunal de Justiça, do Ministério do Público, Tribunal de Contas e da Assembléia Legislativa, se reuniram na manhã desta sexta-feira (24) com o deputado federal Amir Lando, em Porto Velho, para pedir apoio do parlamentar na questão da transposição.

 

Os sindicalistas expuseram seu descontentamento com a falta de especificidades na lei 12.800, em relação aos órgãos constituídos. “Do jeito que está escrito na lei, não importa o órgão em que o servidor trabalha, ele será enquadrado no Executivo, o que é um erro, queremos, por exemplo, que o servidor do TJRO seja transposto com enquadramento no TJDFT, que é o poder federal equivalente ao de origem do trabalhador da justiça estadual”, afirmou o Presidente do Sinjur, Francisco Roque.

 

Amir Lando concordou com o posicionamento das lideranças sindicais, classificando como injusta a não especificação dos quadros de lotação, mesmo que sejam quadros em extinção. O parlamentar se comprometeu em estudar a situação e deve mobilizar a bancada de Rondônia para se reunir com a comissão que cuida da transposição para tentar criar um dispositivo que permita esse tipo de enquadramento.

 

O deputado encorajou os sindicatos a fazerem pressão em Brasília para acelerar o processo de transposição, são mais de 18 mil servidores do Estado que assinaram o termo de adesão e aguardam serem chamados.

 

De acordo com o Presidente Sinjur (entidade sindical que representa os trabalhadores no Poder Judiciário do Estado), Francisco Roque, apenas 33 servidores do Poder Executivo tiveram o pedido de transposição aceito, até o momento.

 

“É um percentual muito pequeno para os mais de 18 mil servidores que solicitaram a transposição”, acentua Francisco Roque. Amir Lando concorda com o sindicalista e diz que a questão dos demitidos do governo Bianco é um tema superado e que não pode servir como fator impeditivo para a continuação do processo.

 

A reunião com o deputado Amir Lando foi realizada na sede do Sinjur e teve ainda a participação dos sindicalistas Charles Cunha (Sinsempro-MP), Raimundo Façanha (Sindler – ALE), Aldrin Willy Mesquita Taborda (Sindcontas – TCE), Francisco Roque e Diretoria do Sinjur.

 

 

 

 

Diretoria de Imprensa e Comunicação