SINJUS-MG apoia greves em Mato Grosso e Rondônia

0

Os servidores do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) deflagraram greve no dia 13/5 para pressionar a Instituição a atender às reivindicações da categoria. Segundo o Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Mato Grosso (Sinjusmat), os grevistas reivindicam reajustes dos salários e do auxílio-alimentação, além da progressão de carreira horizontal e vertical com a avaliação de desempenho individual.

 

A reposição salarial também é o motivo pelo qual os servidores do Judiciário de Rondônia (TJRO) paralisaram as atividades. A greve foi iniciada no dia 13/5. Conforme documentos divulgados no Relatório de Gestão Fiscal do Poder Judiciário do Estado, o TJRO possui orçamento suficiente para conceder a reposição, por isso, a greve continua.

 

O SINJUS-MG sabe como é sacrificante um movimento como este, porém, é absolutamente necessário em várias circunstâncias. Em 2011, os servidores do Judiciário mineiro também precisaram chegar à última instância de luta para defender seus direitos, com uma greve que durou 23 dias. Neste 2013, a categoria deflagrou novamente uma GREVE GERAL. O movimento histórico, que durou 42 dias, foi suspenso e garantiu algumas vitórias, mas os resultados ainda estão longe de atender às necessidades, seja dos servidores, seja da instituição, já que a evasão continua crescente.

 

Pelo reconhecimento à importância das lutas, o SINJUS-MG presta seu total apoio aos servidores do TJMT e TJRO, bem como aos sindicatos Sinjusmat e Sinjur, por meio de Moções de Apoio.

 

 

Veja abaixo a Moção de Apoio à greve

 

http://www.sinjus.com.br/modulos.php?nome=noticias&arquivo=visu_not&id_not=12865