SINDJUS-RS: Grevistas denunciam que presidente do TJRO tenta enganar a sociedade

0

Os trabalhadores do Judiciário de Rondônia, em greve há mais de duas semanas, denunciaram o presidente do Tribunal, de tentar enganar a sociedade apresentando situações passadas como se fossem de agora.

 

Em nota publicada pela administração, diz que realizou pagamentos, querendo fazer acreditar que seria um benefício ao qual o trabalhador não tivesse o direito e ele tivesse concedido. Os benefícios pagos são obrigações e foram pagos porque o Sindicato da categoria entrou com Pedido de Providências no CNJ, denunciando o não cumprimento de obrigações do TJRO. O que esta administração fez foi suspender pagamentos de diferenças salariais que já vinham sendo pagas nas Administrações anteriores. O Presidente do TJRO enumera benefícios concedidos aos trabalhadores, alguns inclusive em 2008, numa clara tentativa de colocar a opinião pública contra a greve dos trabalhadores do Judiciário.

 

Esqueceu de dizer

Mas enquanto tenta jogar a população contra os trabalhadores, esqueceu de dizer que ele já recebeu:

Aumento de 5% desde janeiro/2013;

Auxílio-alimentação no valor de R$ 700,00, retroativos há 70 meses;

Auxílio-saúde no valor de R$ 250,00.

 

O Sindjus/RS reitera sua solidariedade aos trabalhadores, que buscam a sua justa reposição salarial e alerta que o tratamento dado aos servidores em Rondônia e a postura da administração, é uma política mais ampla do Judiciário, que tem se estendido também a outros estados.

 

 

Assessoria de Comunicação SINDJUS-RS