Ricardo Paraízo se aposenta e colegas de trabalho prestam homenagem em forma de agradecimento

0

Ao completar 35 anos atuando como qualificado serventuário da justiça rondoniense, José Ricardo Paraízo, atualmente diretor de patrimônio do SINJUR, fez sua despedida após alcançar a merecida aposentadoria.

Paraízo ingressou no Tribunal de Justiça do Estado em 14 de maio de 1984, aprovado em concurso público, onde galgou o primeiro lugar no certame com nota 8,25.

Quando completou 10 anos de serviços prestados à justiça do Estado, já recebeu honraria do Poder Legislativo, pela fecunda semente que estava plantando.

Ao deixar as dependências do SINJUR, seu último local de trabalho, colegas emocionados fizeram-lhe homenagens.

A despedida foi em forma de agradecimento e reconhecimento pelo trabalho desempenhado durante todos esses anos.

Ricardo agora, vai se dedicar mais a esposa Rosimeire Neves Barbosa, e aos seus quatro filhos: Ricardo, Rafael, Rodrigo e João Vitor e, também, aos seus 04 netinhos: Miguel, Murillo, Helena e Maria Isadora.

Considerado um excelente profissional e querido pelos colegas, trabalhava disposto e atendia a todos com carinho, dedicação e paciência.

A diretoria do SINJUR prestou homenagem gravando vídeos individuais.

A presidente da Entidade, Gislaine Caldeira se expressou dizendo:

“Tive muitas divergências de ordem administrativa com Ricardo, mas nunca passou para o campo pessoal, mercê do equilíbrio de seu caráter. Estou muita grata ao trabalho que o Ricardo desenvolveu aqui, aos conselhos que deu a todos nós e que nos levou a grandes conquistas”.

O diretor Wberlei Melo disse: “Estou aqui para agradecer ao amigo Ricardo pelo trabalho prestado ao longo dessa caminhada no SINJUR e desejar sucesso a sua nova etapa de vida”.

Orquídea Monteiro se expressou assim: “Ricardo chegou à hora da despedida. Sempre a tristeza pelo adeus. Quero te desejar um mundo de possibilidade e sucesso nos seus projetos. Um beijo no coração e que Deus te abençoe”.

Rafael Ricci, bastante emocionado, enfatizou: “Falar o que para você meu amigo Ricardo. Eu precisava de um “Porto Seguro” e até aqui não está sendo fácil, mas, agradecer primeiro a Deus por ter colocado você nesta caminhada junto comigo, junto com a Gislaine, o Amauri e o Adriel. “Você, com sua experiência, sabia onde estava pisando muito mais que nós, e isso me deixava mais feliz porque os cinco sempre primaram pela honradez, pela honestidade e correção”.

Certamente Ricardo Paraízo “veste o pijama”, com a sensação de dever cumprido e seu maior trunfo é o reconhecimento por parte dos colegas e da própria população, pelo bem que propiciou à justiça do Estado, e nos últimos anos ao SINJUR.

Confira as fotos: