Presidente do TJ visita instalações do SINJUR e é recebido com cortesia por membros da Diretoria

0

O Presidente do Poder Judiciário estadual, desembargador Paulo Kyiochi Mori, visitou a sede do SINJUR, na manhã desta segunda feira, 20, em companhia do juiz Guilherme Baldan e foi recebido com cortesia pela presidente da Entidade Gislaine Caldeira e sua diretoria.

Em clima de absoluta descontração, Kyiochi Mori iniciou um bate-papo falando da luta que teve durante a pandemia para cuidar da saúde dos servidores da “Casa”. “Meu Deus, fizemos uma força tarefa para não deixar falta nada, começando pelos equipamentos de proteção individual e cobramos rigor nos protocolos sanitários que regem a doença”, enfatizou.

Paulo Kyiochi contou que, a cada baixa de um servidor sucumbindo diante do coronavírus, era um abalo nas hostes do Judiciário rondoniense. “Lamento pelas vidas perdidas, mas fizemos o que podemos”.

Durante a conversa o servidor Cristiano Correa de Paula, contou a agrura que viveu com a doença. Ele foi intubado e quase perdeu a vida. Registrou que durante seu delírio na UTI, sentiu a presença do desembargador e o via despachando em seu gabinete.

Na sequência, Kyiochi Mori, comovido, também registrou a perda da servidora aposentada Raimunda Ferreira da Silva, com quem tinha muito proximidade. Com a voz embargada disse: “Fiquei abalado quando soube da morte da dona Raimundinha, tínhamos um carinho recíproco”.

O Presidente do TJ aproveitou a oportunidade e contou que esteve visitando todas as Comarcas integrantes da justiça. “Conversei com pessoas, ouvi reivindicações, senti de perto o trabalho desenvolvido por cada servidor em prol da justiça de Rondônia e fui recebido muito respeito e carinho. Ao final, fiquei alegre, pois, apesar de olhar no semblante das pessoas, não senti rejeição e isso me deixou bastante satisfeito”.

Durante a conversa, a presidente do SINJUR, Gislaine Caldeira, fez memorável registro das batalhas travadas entre o Tribunal e o SINJUR e destacou a mais importante e a mais desejada pelo servidor, que foi a aprovação do trabalho em turno único, a pedido do SINJUR, que, na sua opinião, contou com o empenho decisivo do presidente Kyiochi Mori.

Gislaine admitiu também, na presença do desembargador Mori, que sua administração humanizou o Tribunal, aproximou a todos e concedeu os pleitos justos, de antigas aspirações dos serventuários da justiça.

“Sabemos que temos ainda demandas importantes em curso, como o auxílio saúde dos aposentados, o processo do 89%, a não cobrança do retroativo de quem recebeu por comissões e o banco de horas, mas acreditamos que, com diálogo, respeito e legalidade, obteremos o bem pretendido da nova administração do TJ” destacou.

Finalizando sua fala, como forma de gratidão e agradecimento, a presidente do SINJUR, em nome de todos os sindicalizados, entregou uma lembrança e um cartão de natal ao presidente do TJ dizendo: “Essa singela homenagem se reveste da gratidão pela parceria respeitosa que norteou nossa relação. Agradeço em nome dos servidores, pela sua sempre prestimosa atenção aos pleitos que levávamos. As vezes saímos tristes, mas no final, sempre restava o alento de que o deferimento do que pedíamos estava à caminho. Agradeço por ter, também, cumprido o compromisso de nos visitar e saiba que esta sua estada aqui para nós, é um presente”.

A visita foi concluída com a apresentação das modernas instalações do SINJUR, recentemente reformadas, tudo para bem atender ao sindicalizado, inclusive com a mostra de uma sala especial, equipada com canais de TV e boas acomodações, própria para receber com deferência o funcionário aposentado.

Paulo Kyiochi elogiou o cuidado do SINJUR com os sindicalizados e, antes de se despedir, agradeceu a receptividade e o carinho dispensados.

Participaram da recepção ao desembargador presidente, Paulo Kyiochi, e o juiz Guilherme Ribeiro Baldan , o advogado Edson Bernardo, além dos diretores do SINJUR:

Gislaine Magalhães Caldeira;
Rafael Ricci;
Orquídea Monteiro de Sousa;
Jerdson Raiel Ramos;
Itamar Nascimento Rocha;
Wberlei de Melo da Silva;
Cristiano Correa de Paula;
Nivaldo Anjos.

CONFIRA AS FOTOS: