Presidente do Sinjur integra a Comissão Estadual de Acompanhamento da Transposição

0

O presidente do Sinjur, Francisco Roque, foi nomeado membro da Comissão de Apoio à Transposição em Rondônia, na manhã da última segunda-feira (16), a convite do procurador do Estado, Luciano Alves. Ele e o presidente do Sinsempro, Charles Cunha, são membros convidados da Comissão.

 

Com a nomeação, Roque passará a acompanhar mais de perto o processo e terá voz e voto nas decisões pertinentes à transposição.

 

Já na primeira reunião como membro da Comissão, na segunda-feira, junto a lideranças de outras entidades sindicais, Roque demonstrou sua preocupação com o tratamento dado aos trabalhadores mais antigos e defendeu tratamento isonômico na análise dos processos dos trabalhadores do TJRO, requerendo que cada servidor seja reenquadrado em sua especificidade de órgão e função, conforme decisão judicial determinando inclusão com base na Lei 11.416/06, pela Justiça Federal.

 

Dentre os assuntos abordados na reunião está a questão das correspondências da Comissão de Avaliação da Transposição aos trabalhadores. “Quem já teve o nome citado na ata e não recebeu a correspondência, sendo trabalhador do Poder Judiciário, pode procurar a comissão no CPA, em Porto Velho, para verificar se a carta está lá”, explicou o procurador do Estado Luciano Alves.

 

Na oportunidade, Roque formalizou a solicitação à referida Comissão de que também seja dado ciência ao Sinjur sobre a notificação encaminhada, via “AR”, aos trabalhadores, para melhor acompanhamento dessa logística pelo representante da classe.

 

Para tentar dar maior celeridade ao processo, ainda nesta semana a comissão deve se reunir com o senador Acir Gurgacz  e pedir apoio nas conversações com presidente da Comissão Especial dos Ex-Territórios, Neleide Abila.

 

Numa iniciativa conjunta, os sindicatos reunirão com seus setores jurídicos, para discutir a possibilidade de ingressar com mandado de segurança exigindo o imediato cumprimento do processo da transposição, visando beneficiar principalmente os trabalhadores que se encontram amparados pelo Estatuto do Idoso.

 

 

Diretoria de Imprensa e Comunicação