Para tentar acabar com as greves e de olho no sonho da reeleição, Governo promete corrigir a inflação, mas só no próximo ano

0

Secretários titulares da tal de Mesa de Negociação Permanente do Governo de Rondônia anunciarão, nesta quinta-feira, às 9 horas, aquilo que será divulgado como um ato de grande concessão da parte do governador Confúcio Moura (PMDB): 11,87% de correção inflacionária dos anos de 2013-2014.

Mas estas correções, a serem feitas em parcelas, só acontecerão no próximo ano e da seguinte forma : 5,87% em abril (inflação de 2013) e 6% divididos em três parcelas de 2% em outubro, novembro e dezembro de 2014. Detalhe: as eleições do ano que vem ocorrem no dia 5 de outubro (primeiro turno) e 26 de outubro (segundo turno).
A promessa de 5,87% também obedece o calendário eleitoral do próximo ano, quando Confúcio pretende disputar a reeleição.

O dia 8 de abril de 2014 é a data a partir da qual, até a posse dos eleitos, é vedado aos agentes públicos fazer, na circunscrição do pleito, revisão geral da remuneração dos servidores públicos que exceda a recomposição da perda de
seu poder aquisitivo ao longo do ano da eleição.

Até esta quarta continuavam em greve os servidores do sistema penitenciário e os trabalhadores em educação, no âmbito do Executivo, e os servidores do Poder Judiciário.

Nesta quinta, os membros da tal Mesa de negociação vão anunciar a proposta no gabinete da Secretaria Estadual de Administração, a partir das 9 horas.

Do TudoRondonia.com
www.tudorondonia.com/noticias/para-tentar-acabar-com-as-greves-e-de-olho-no-sonho-da-reeleicao-governo-promete-corrigir-a-inflacao-mas-so-no-proximo-ano,37808.shtml