Sindicato reunido por mais transparência e participação

0

 

 

O tempo é de participação e transparência, que além de serem quesitos para a cidadania e a integração social, são ferramentas de controle e gestão públicas dos órgãos e organismos da sociedade. Nada melhor para demonstrar que o Sinjur está conectado a esse novo tempo do que um bate-papo, franco e aberto, entre diretoria e filiados. Nesta semana as reuniões ocorreram em Vilhena, Espigão do Oeste, Pimenta Bueno e Rolim de Moura, com intensa participação da categoria, que ouviu, falou, cobrou e pediu providências. E assim deve ser a luta, com todos ativos e prontos para cobrar os nossos direitos, afinal, juntos somos muito mais fortes!

A Presidente do Sindicato, Gislaine Caldeira, coordenou a reunião nas Comarcas, que têm como característica principal o contato próximo com a base, colhendo aspirações e demandas dos trabalhadores, bem como levando informações com sinceridade e boa vontade. Esses primeiros meses de gestão foram marcados pela redução de despesas, informatização administrativa (em franca implantação), recomposição anual acima do previsto no orçamento – aquém do merecido pela categoria, é verdade – e reorganização patrimonial, financeira e processual da entidade, fatos decisivos no fortalecimento da luta pelo trabalhador.

O canal de comunicação com a categoria, batizado de Serviço de Atenção ao Filiado  – SAFI -, voltado a colher reclamações, sugestões e elogios dos filiados, tem tido grande utilização, assim como a Página da Transparência, que, pela rede mundial de computadores, trouxe aos filiados os balancetes fiscais dos três primeiros meses do ano. “Prestar contas é um exercício de democracia, de fortalecimento e de unidade da categoria, por isso vamos comarca a comarca para falar com nossos colegas de trabalho”, afirmou Gislaine. A Presidente já percorreu Guajará, Ouro Preto, Jaru, Machadinho, Buritis, Ariquemes, Ji-Paraná (um dos prédios) e Presidente Médici desde o início do mês de maio.