Servidores do TJRO fazem doação de leite para creche que atende carentes na Capital

0

Uma ação social que chama a atenção para uma importante demanda da sociedade: o cuidado do Estado e da sociedade para com a Primeira Infância. Por isso, os servidores do Poder Judiciário, por meio do seu sindicato, aderiram à campanha de doação de um litro de leite para atender a centenas de crianças. O leite é trocado por uma camiseta promocional, que defende a principal bandeira da categoria, qual seja, a adoção da jornada de trabalho de seis horas por dia para os servidores da Justiça, a exemplo de como já feito por mais de 40 mil trabalhadores das secretarias e demais órgãos públicos de Rondônia.

A campanha foi lançada durante Assembleia Geral Extraordinária, oportunidade em que dezenas de servidores apoiaram a causa, e colaboraram com outras ideias para promoção da campanha relacionada à isonomia na jornada laboral, vestindo a camiseta das #seishoraspordia e colaborando com a Creche Aconchego da Vó Maria, situada no bairro Lagoa, Zona Leste de Porto Velho – a primeira entidade beneficiada pela ação social dos trabalhadores do Judiciário. A meta, nessa primeira etapa, é arrecadar 150 litros de leite.

 

Empatia

De acordo com as ideias e sugestões apresentadas pelos trabalhadores durante a assembleia, mais ações promocionais realizadas em colaboração com pessoas de diversas comarcas, serão apoiadas pelo Sindicado, sempre agregando valor à causa perseguida. Uma ação de solidariedade prova que se colocar no lugar do outro é o melhor caminho para a humanização das relações sociais e de trabalho.

Primeira infância

A modernização das relações laborais, sob o prisma da questão de gênero, deve conduzir o debate pela ampliação das condições da mulher trabalhadora de cuidar de seus filhos, em expediente complementar à jornada de trabalho regular. A realidade de milhões de mães brasileiras é a de não ter com quem deixar as crianças para acessar o mercado de trabalho, por conta de atuações deficientes dos governos  municipais na construção e manutenção de creches. Um exemplo da demanda é o projeto social da Vó Maria, que funciona há mais de 15 anos na Zona Leste da capital. Às 4h da manhã, Dona Maria, hoje aposentada, ainda circula os arredores em busca de materiais recicláveis, como latinhas de alumínio.

É com essa renda complementar, somada do salário-mínimo recebido pelo INSS e doações, que ela mantém o atendimento a mais de 115 crianças diariamente, com três refeições, acompanhamento escolar e muito amor. Como ela consegue ajudar tanta gente, tendo tão pouco? Ela se coloca no lugar das dezenas de mães da redondeza, que precisam de apoio para construir um futuro melhor para suas famílias.

Como participar?

Se você também quer garantir uma camiseta #seishoraspordia basta enviar uma mensagem de WhatsApp para o número 69 984797846 ou por e-mail (safi@sinjur.org.br) informando nome completo e local de lotação, e tamanho da camiseta, que o Sinjur irá agendar um dia para realizar a entrega da camiseta e recolher a doação de um litro de leite (caixinha). A reserva será feita por ordem de envio, ressalvando a disponibilidade de apenas 150 unidades.