Diretoria do Sinjur reúne-se com a presidência do TJRO

Em reunião com a presidência do Tribunal de Justiça de Rondônia (TJRO), na manhã desta quarta-feira (13), a Diretoria do Sindicado dos Trabalhadores no Poder Judiciário do Estado de Rondônia (Sinjur) voltou a se pronunciar sobre a paralisação dos servidores e ratificou o pedido para a exclusão dos dias que compreendem finais de semana, feriados e pontos facultativos, para a contabilização dos dias de greve.

 

Oficialmente o pedido do Sinjur, que solicitava o cumprimento da Instrução N. 004/1999-PR, realizado através do Ofício 110/PS e reiterado pelo Ofício 128/PS, foi negado pelo presidente do Tribunal, mas, em atendimento as novas solicitações, o Presidente do TJRO se comprometeu em reavaliar a questão, o que deve acontecer nos próximos dias.

 

Enquanto os servidores aguardam a decisão da presidência do TJRO, o termo de opção disposto no Portal do Servidor deverá ser prorrogado. A orientação aos servidores permanece a mesma, ou seja, no sentido de não assinarem o termo de opção, até a confirmação dessas novas tratativas.

 

“Ficou definido ainda que os dias de paralisação por conta da greve não terão reflexo negativo no pagamento da Licença Prêmio, das progressões e nem da aposentadoria”, acentua o presidente do Sinjur, Francisco Roque.

 

 

 

 

Diretoria de Imprensa e Comunicação

Tags: