Nota de pesar

0

Na manhã deste sábado, 10, a família Marques está vivendo um grande vazio, uma dor lancinante que a todos acometeu sem piedade, pois sua amada Ângela perdeu a batalha que travara contra Covid-19, há 15 dias.

A alegria e a força características marcante de Ângela, por certo, vinha do imenso amor que demonstrou pelos seus filhos: Anderson, Hudson, Alisson e Victória.

De uma família numerosa, também integrava a grande família do judiciário. Ângela era irmã de dois servidores: Roque Marques dos Santos e Maria da Conceição Marques dos Santos e, ainda, do ex-servidor Fernando Marques dos Santos.

Cruel, é que neste momento de recrudescimento da pandemia, a dor da perda se torna ainda mais acentuada, pois, sequer, os amigos podem dizer o “adeus” presencial velando seu corpo e rendendo homenagens à sua vida que foi tão presente na nossa existência.

Os que a conheceram, certamente sabem dos atributos que deixou por aqui durante sua elogiável escalada terrena, seja como cristã fervorosa, ou como amiga leal.

Os que não privaram do seu convívio, doravante tomarão conhecimento do quão especial era e do legado de dignidade e perseverança que deixou para todos.

Em nome da família do Judiciário Rondoniense, deixo o meu abraço e o meu carinho à família da colega Ângela Marques, rogando a Deus que no aconchego dos seus braços, receba sua querida filha, e no calor de seu imenso coração, conforte a todos por essa imensa perda.

GISLAINE CALDEIRA
Presidente