NOTA DE FALECIMENTO E PESAR – Carolina Maria Alves Ribeiro

0

É com enorme pesar que a presidente do SINJUR, Gislaine Caldeira, e sua diretoria, comunicam e lamentam o falecimento da servidora Carolina Maria Alves Ribeiro, aos 53 anos, vítima de Covid-19.

Ela estava internada desde o dia 19 de fevereiro no Hospital 9 de Julho em Porto Velho, e na tarde desta terça, 09, não resistiu à batalha contra a doença e veio a óbito.

Natural de Pacujá-CE, Carolina ingressou no TJRO em 1999 e ultimamente estava lotada na Disau – Divisão de Saúde e Bem-Estar Organizacional.

Sempre afável e querida por todos, Carol, como era chamada carinhosamente pelos amigos, sempre atendia com presteza e alegria, marcando presença no coração de cada dos colegas de trabalho, com os quais conviveu durante sua vida.

Ao se manifestar sobre o passamento da colega, o servidor Jean Carlo Silva dos Santos, escreveu; “A vida é um sopro divino que se transforma em luz quando bem vivemos Carol agora é uma estrela a iluminar nossos caminhos com seus exemplos de simplicidade, coragem, ternura, bondade e amor”.

Era casada com Carlos Roberto Schrieffer, e deixa os filhos: Iasmim, João Vicente e Jéssica que descreveram a mãe: “Uma mulher guerreira, batalhadora, trabalhadora, honesta, sincera, amiga de todos, uma mãe excelente e que nunca desistia dos seus objetivos, de personalidade forte e que viveu pouco para si, sua vida era plena dedicação ao próximo”.

Em razão de cumprimento dos protocolos sanitários, o velório será restrito aos familiares, mas o carro funerário passará, nesta quarta-feira, às 9h, em frente ao prédio onde funciona a Disau, na Avenida Lauro Sodré, e depois seguirá para o edifício-sede, para uma última homenagem dos colegas. O sepultamento será no cemitério Recanto da Paz.

Neste momento de dor, o SINJUR oferece seu ombro amigo à família, colegas e amigos, rogando ao Criador que lhes dêem consolo e fortalecimento para enfrentar esta tormenta.

GISLAINE CALDEIRA
Presidente