Greve TJRO: Desembargador Raduan Miguel propõe suspensão da greve por 60 dias

0

O Presidente em exercício do TJRO, Desembargador Raduan Miguel Filho, propôs na tarde desta sexta-feira (28), durante reunião com Diretoria do SINJUR e trabalhadores que estão em greve na Comarca de Porto Velho, a suspensão do movimento grevista pelo prazo de 60 dias. A reunião ocorreu no auditório do TJRO e foi transmitido ao vivo para todas as Comarcas, a pedido do SINJUR.

 

O Desembargador Raduan solicitou que esse pedido de suspensão fosse visto como voto de confiança da categoria para ele, pois, a partir de agora, ele estará participando diretamente das negociações.

 

Representantes Sindicais de várias Comarcas foram ouvidos pelo desembargador, que pediu aos servidores que suspendessem o movimento ate o dia 31 de agosto. “Se até essa data não houver avanços nas negociações,subirei no palanque com os grevistas”, afirmou categoricamente o Desembargador Raduan Miguel Filho.

 

Os trabalhadores questionaram o desembargador, dizendo que seria necessário que a Administração do TJRO abonasse ou pelo menos suspendesse, as faltas dos trabalhadores que estão em greve, além de trazer algo mais.

 

Logo após a reunião com o desembargador, os Representantes Sindicais que estão em Porto Velho reuniram-se com a Diretoria do SINJUR no auditório do sindicato, para deliberar sobre a proposta apresentada. Na segunda-feira (01/07), serão realizadas assembleias extraordinárias em todas as Comarcas. “A decisão dos trabalhadores é soberana, portanto, a deliberação sobre a suspensão ou não do movimento será realizada pela categoria, em todas as Comarcas”, disse o Presidente do SINJUR, Francisco Roque.

 

 

 

Diretoria de Imprensa e Comunicação