Greve: Presidente do TJRO envia ofício ao Sinjur informando sobre a licença prêmio e a exclusão de dias de paralisação

0

O Presidente do TJRO, desembargador Roosevelt Queiroz Costa, enviou ofício ao Sinjur, no qual informa que atenderá o pedido realizado pelo sindicato e irá contabilizar como dias de paralisação os dias úteis e excluirá os finais de semana, feriados, pontos facultativos e assembleia.

 

No ofício o desembargador inicia dizendo que o pagamento da licença prêmio ainda está pendente da compensação dos dias de paralisação e a Administração esforça-se no sentido de resolver essa pendência e que “acenou favoravelmente ao pleito do Sindicato em considerar somente os dias úteis para efeito dos descontos”.

 

Determina ainda que o DRH elabore os cálculos das licenças-prêmio para que seja realizado o pagamento a quem aderir a compensação. Informa ainda “que o valor destinado ao pagamento das licenças-prêmio já se encontra reservado, inclusive em favor dos servidores que paralisaram, aguardando tão somente as manifestações individuais a serem apresentadas pelo Sindicato, após o resultado da consulta (assembleia) aos servidores.

 

A Diretoria do Sinjur informa que na assembleia da próxima segunda-feira (02/12), será deliberada a proposta a ser apresentada ao TJRO sobre a compensação dos dias de paralisação.

 

“Conclamo a todos os trabalhadores do Judiciário a participarem, seja na Capital ou no Interior, pois muitos dos nossos interesses serão deliberados nessa assembleia”, afirmou o Presidente do Sinjur, Francisco Roque.

 

Veja abaixo o ofício enviado pelo TJRO:

 

Diretoria de Imprensa e Comunicação