Diretores do Sinjur participam em Brasília de manifestações contra a Reforma Administrativa

0

PORTO VELHO – RO – Sindicatos integrantes da Fenajud – Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário nos Estados, dentre eles o SINJUR, peregrinam pelos gabinetes dos parlamentares em Brasília, com o intuito de dialogar e apresentar sugestões, visando derrotar a PEC 32/2020, da Reforma Administrativa.

ENTENDA A PEC:

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 32/2020, conhecida também como Reforma Administrativa, será discutida nesta quinta-feira (16) na Comissão Especial que trata do tema na Câmara dos Deputados.

MOBILIZAÇÃO NA QUARTA-FEIRA, 15

Porém, na quarta-feira, 15, uma grande força-tarefa foi realizada por sindicatos de todo país, incluindo o SINJUR e 18 entidades filiadas à Fenajud (Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário nos Estados) – e essa mobilização poderá mudar de vez os rumos da proposta na Casa e derrotar a medida ainda na Comissão.

DIÁLOGO COM OS PARLAMENTARES E CONVENCIMENTO

Os representantes dos sindicatos dialogaram com os deputados e deputadas, apresentaram os prejuízos da proposta e cobraram posicionamento contrário à PEC, que poderá prejudicar todo o serviço público no país.

SINJUR NA VANGUARDA DA LUTA EM BRASÍLIA

Engajados nessa luta, diretores do SINJUR, na pessoa de sua Presidente Gislaine Caldeira, da diretora sócio-assistencial Orquídea Monteiro e do diretor jurídico Jerdson Rael Ramos, participam de forma aguerrida do trabalho de corpo a corpo contra a Reforma Administrativa, convencendo os deputados do quão danoso será sua aprovação.

Nesta quinta-feira, 16, os dirigentes do SINJUR, juntamente com outros Sindicatos do país, estarão na Câmara dos Deputados para acompanhar votação do relatório substitutivo.

OPINIÃO DA PRESIDENTE DO SINJUR

Para a dirigente do Sinjur, Gislaine Caldeira, que também é Coordenadora da Região Norte da FENAJUD, a luta que os sindicatos travam em Brasília está sendo árdua, porém produtiva, pois todos estão tendo a oportunidade de serem recebidos individualmente pelos parlamentares levando suas reivindicações.

Ainda segundo Gislaine, a provação dessa PEC, representa um duro golpe nas políticas públicas nas áreas da saúde, educação e segurança, dentre outras, e extingue os regimes jurídicos nas esferas dos municípios, Estados e União, ferindo assim Constituição Federal de 1.988.

APOIO DA OPOSIÇÃO AOS SINDICATOS

A ação dos sindicatos foi elogiada por deputados e deputadas da oposição, que apontaram o desconforto gerado em determinados grupos políticos, que agem apenas em defesa do capital e não dos trabalhadores.

APOIO DE PARLAMENTARES A CAUSA:

A comitiva da FENAJUD tem a frente dois parlamentares, a deputada federal Alice Portugal (PCdoB/BA), Érika Kokay, do PT do Distrito Federal.

A mobilização no Congresso continuou nesta quinta, 16 de setembro. As entidades se reuniram na entrada do Anexo 2, da Câmara dos Deputados.

De acordo com a Fenajud, o relator da reforma administrativa, é o deputado Arthur Oliveira Maia (DEM-BA).

A LUTA PROSSEGUE!

Confira as fotos: