Auxílio Saúde: TJRO começa a atender pleito dos trabalhadores

0

Foi publicado na edição de hoje (09), no Diário da Justiça Eletrônico (DJE 044), o ATO n. 213/2017-PR, que reajusta o valor mensal do auxílio saúde pago aos servidores e magistrados do TJRO no percentual de 51,6%. A partir do mês de maio o auxílio saúde passará a ser R$ 500,00 (quinhentos reais).

“O reajuste desse auxílio é uma conquista da categoria. O reajuste só foi possível devido à grande luta travada desde o ano passado com o envio do nosso projeto de reivindicações à peça orçamentária e com apoio do Presidente do TJRO, além do trabalho desenvolvido na Assembleia Legislativa do Estado para aprovação do Orçamento 2017”, disse o Presidente do Sinjur, Francisco Roque.

O foco principal é a reposição salarial

Embora o TCE tenha expedido o Acórdão 00499/2016, no qual notificou o TJRO e os demais Poderes do Estado de que o imposto de renda retido na fonte tem que integrar as despesas total com pessoal, bem como fazer parte do cálculo da receita corrente líquida. Ou seja, antes os Poderes não incluíam o valor do IR no cálculo da folha de pagamento, mas agora com a decisão do TCE, esses valores deverão ser obrigatoriamente incluídos e com isso elevou muito o índice de comprometimento em relação a Lei de Responsabilidade Fiscal. Mas a Diretoria do Sinjur vem reunindo-se com o Presidente do TJRO, Desembargador Sansão Saldanha, para chegar a um termo em que o trabalhador do TJRO não possa ficar sem a reposição salarial. Várias projeções estão sendo realizadas, mas ainda não foi finalizado.

“Continuaremos lutando ainda para que o auxílio alimentação também seja majorado, inclusive, faz parte da nossa Pauta Anual de Reivindicações 2017 e que assim nós trabalhadores do TJRO, tenhamos minimizado as perdas salariais decorrente da inflação dos últimos doze meses. O trabalho nesse sentido é intenso, os benefícios não caem do céu para nós trabalhadores, só vem através de muitas lutas, muitos esforços e de um trabalho eficiente”, destacou Cristian Mar, Diretor de Finanças do Sinjur